Lábios: que tratamentos é possível fazer?

Lábios: que tratamentos é possível fazer?

Partilhe este artigo:

Lábios de pato ou de peixe? Desengane-se quem pensa que qualquer tratamento que seja realizado aos lábios é sinónimo de um sorriso desproporcional e pouco natural.

Este tratamento pode ser realizado de diferentes formas de acordo com o que se pretender corrigir, sendo possível resolver o chamado sorriso gengival, um sorriso que expõe demasiado a linha da gengiva, ou harmonizar o contorno e o volume dos lábios.

Ao nível do sorriso gengival, o tratamento consiste na utilização da toxina botulínica (botox), que é aplicada no músculo elevador do lábio superior para impedir que este suba em demasia. O ideal será começar com uma pequena dose em cada lado do lábio e mais tarde, se necessário, ajustar. Desta forma, evita-se que o músculo fique demasiado bloqueado e o lábio pareça descaído, refletindo-se   num movimento pouco natural.

Além de corrigir a função dinâmica do lábio, é ainda possível alterar o seu contorno e volume. Esta volumização do lábio é geralmente feita através da utilização de ácido hialurónico, mas podem ser também utilizados vários tipos de injetáveis, consoante o resultado pretendido.

Relativamente ao contorno do lábio, é importante ter especial atenção ao tipo de produto escolhido: este deve ser um produto pouco maleável para evitar que se desloque para a chamada “parte branca” do lábio. Além do contorno, a volumização pode também aumentar a distância vertical do lábio, rodá-los ligeiramente, ideal para lábios mais descaídos, ou ainda dar-lhe mais projeção.

Para pessoas que gostam da forma e proporção dos seus lábios, mas que apresentam linhas carregadas que sobressaem, por exemplo, quando usam um batom, há a possibilidade de fazer apenas uma hidratação. Nestes casos, é realizado um preenchimento com ácido hialurónico ou glicólico para que exista uma maior retenção do líquido e o lábio se torne mais liso e húmido.

Muitas pessoas tendem a associar um aumento ou preenchimento labial a lábios exagerados, mas não há nada a temer neste tipo de tratamento. Com os injetáveis e técnicas certas, os resultados obtidos são muito naturais e respeitam totalmente as proporções da face.

Partilhe este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *